01

Postado em 20 de Novembro de 2017 às

Suplementação com BCAA em idosos

Segundo Solerte et al.10, a suplementação oral com BCAA em sujeitos idosos com sarcopenia, promoveu aumento da massa magra corporal, e esta melhora pode estar ligada ao aumento da sensibilidade à insulina, à redução do fator de necrose tumoral-α e ao aumento significativo do fator de crescimento semelhante à insulina (IGF -1).

Dentre os BCAAs, acredita-se que a leucina seja o aminoácido de maior importância para a recuperação muscular. Sabe-se que a suplementação oral é capaz de elevar sua concentração intracelular, sendo que altas concentrações são fundamentais para ativação da proteína mTOR (mammalian target of rapamycin) O aparecimento e progressão da sarcopenia é multidimensional, que envolve a inatividade física, alteração do metabolismo, deterioração neuromuscular, e baixa ingestão de nutrientes.

Portanto, a hipótese de que fornecendo um alvo nutricional suplemento contendo proteína de soro, enriquecido com leucina e vitamina D , resultaria na deposição de proteína muscular e melhoria de força muscular e função independente de exercício físico entre idosos com alto risco de deficiência. Mesmo na presença de proteínas adequadas total por dia o músculo dos idosos é menos sensível ao estímulo anabólico em comparação com adultos mais jovens, uma condição conhecida como "resistência anabólica”.

Recomendações recentes da ingestão de proteína diária deve ser de pelo menos 1,0 a 1,2g/kg de peso corporal/dia para os idosos saudáveis, e 1,2 a 1,5g/kg de peso corporal/dia para pacientes geriátricos com aguda e crônica doenças.

Além disso, dada a sensibilidade embotada dos músculos mais velhos para doses baixas de aminoácidos, há indícios de que a proteína dietética deve ser adequadamente distribuída para, pelo menos, 25 a 30g de alta qualidade proteica, por refeição que contenha cerca de 2,5-2,8 g de leucina, para estimular o músculo a síntese proteica. 

REFERÊNCIAS

Bauer J, Biolo G, Cederholm T, et al. Evidence-based recommendations for optimal dietary protein intake in older people: A position paper from the PROT-AGE Study Group. J Am Med Dir Assoc 2013;14:542e559.

Deutz NE, Bauer JM, Barazzoni R, et al. Protein intake and exercise for optimal muscle function with aging: Recommendations from the ESPEN Expert Group. Clin Nutr 2014;33:929e936.

Solerte SB, Gazzaruso C, Bonacasa R, Rondanelli M, Zamboni M, Basso C, Locatelli E, Schifino N, Giustina A, Fioravanti M. Nutritional supplements with oral amino acid mixtures increases whole?body lean mass and insulin sensitivity in elderly subjects with sarcopenia. Am J Cardiol. 2008; 101(11A):69E?77E.

Kalyani RR, Corriere M, Ferrucci L. Age-related and disease-related muscle loss: The effect of diabetes, obesity, and other diseases. Lancet Diabetes Endocrinol 2014;2:819e829.

Veja também

A importância do magnésio para a saúde13/08 O magnésio é o segundo mineral mais abundante que está situado dentro das células e está envolvido em diversas e importantes reações bioquímicas. O magnésio encontra-se na maioria dos alimentos, porém, em concentrações variadas. São considerados alimentos com altas concentrações os vegetais escuros folhosos,......
Treinamento: Um mundo de possibilidades para você ser mais23/02 A sexta-feira começou com muita motivação para os colaboradores da Hilê Indústria de Alimentos. O treinamento, com o tema “Um mundo de possibilidades para você ser mais” ,foi realizado pelo palestrante......
Goji Berry e seus inúmeros benefícios a saúde14/05 O goji berry (Lycium Barbarum) é uma fruta conhecida como fonte elevada dos antioxidantes carotenóides, cujo consumo está relacionado aos benefícios à saúde. Esse alimento funcional é uma fruta de cor vermelha......

Voltar para Notícias